Ashcom emite nota de repúdio contra decreto que instaura lockdown parcial em Campos

Na manhã desta terça-feira 19, a Associação de Hotéis, Pousadas, Comércios e Similares da Praia do Farol de São Thomé. (ASHCOM) emitiu uma nota de repúdio contra o decreto da Prefeitura de Campos que instituiu lockdown parcial (fase laranja) que suspende o atendimento presencial em bares, restaurantes, academias, igrejas, salões de beleza, shoppings, repartições públicas, entre outros. O decreto passa a valer a partir desta terça-feira (19).

A NOTA DIZ: 

"A associação de comerciantes e hoteleiros de Farol de São Thomé, vem através desta nota, repudiar o fechamento do comércio. Estamos seguindo todos os protocolos de segurança contra o Covid-19, não somos os responsáveis pela disseminação do vírus. Sabemos que a situação hoje é complicada perante a pandemia e o crescimento dos casos de Covid-19, mas, o comércio não pode pagar essa conta. Se essa situação se estender por mais de uma semana o que vai acontecer é uma demissão em massa dos nossos funcionários. Lamentamos, pois, Farol de São Thomé vive um período muito grande de sazonalidade. Nossas empresas dependem do verão para sobreviver no inverno".

Em nota, a assessoria de comunicação da prefeitura informou que o comércio ficará fechado temporariamente. “Além disso, todas as atividades liberadas terão horário de funcionamento estendido dentro do horário comercial. O procurador-geral do Município, Roberto Landes, explicou que se trata de uma sugestão de horário estendido nas atividades permitidas para funcionamento, e não uma imposição, ficando a critério dos proprietários em manter os estabelecimentos com mais tempo aberto para evitar as aglomerações”, finaliza a nota.

Veja o Decreto na íntegra

Share on Google Plus

Sobre Ashcom

Associação de Hotéis, Comércios e Similares. "Farol Vive o Ano Inteiro!"

0 Comments:

Postar um comentário